Archive for the ‘. nossos trabalhos (posts com)’ Category

19 de setembro o dia de todas as inaugurações

Setembro 20, 2009

fotos Laurindo Almeida no CPF

este sábado, dia 19 foi o dia de “todas as inaugurações”, o que acontece de quando em vez, em que tudo aparenta concentrar-se num único dia, como se tivessemos arrancado do calendário todos os restantes dias, e só quando nos confrontamos com outros é que percebemos que essa sensação não foi universal, por isso deve ser ilusória ou a precisar do “Xanax” que nunca tomei.
embora por livre escolha tivessemos ido a Montemor-o-Novo assistir ao seminário que aí se realizava, o destino não nos permitiu sair do Porto e assim escolhemos ir ao Centro Português de Fotografia assistir à conferência que antecedeu a inauguração da exposição de Giovanni Chiaramonte no Centro Português de Fotografia e em seguida ir ao novo espaço ALT na R. Santa Catarina.
Dialéticas
acto I – os horários – a conferência estava marcada para as 15:30. tivemos dificuldades em estacionar pelo que só consegimos chegar cerca de 20 minutos após aquela hora, esbaforidos pela corrida deparamo-nos com uma sala praticamente vazia – apenas 2 mestres de cerimónia. Paciência já acabou, pensamos, mas não afinal nem sequer o orador (e autor da exposição) tinha ainda chegado.
o espaço ALT prometia abrir as suas portas pelas 18:30 mas de facto pouco depois das 17:30 já se entrava e circulava pela exposição, 2 posturas mas nenhuma dentro da hora;
acto II – o evento – as cerca de 14 pessoas (a generalidade italianos amigos/familia do artista ou membros do staff ) ouvimos um discurso formal proferido sentado, em italiano de que captamos apenas palavras soltas como “Da Vinci” “telescópio” “arquitectura” “guerra” “fotografia italiana” abrilhantado por algumas imagens projectadas que não pertenciam à exposição. Deve ter sido interessante seguiu-se uma visita à exposição pelos vistos destinada apenas ao autor e a Siza Vieira … na segunda um conjunto de gente divertida, colorida e simpática ornava a inauguração da exposição colectiva deste grupo.
acto III – as fotos – no CPF duas salas de fotos com tonalidades uniformes de uma ponta da sicilia, instantaneos que temos que melhor observar mas que nos pareceram intimistas, no ALT uma exposição diferente do que expectava-mos, cada “quadro” composto por uma foto de uma autor e um rectêngulo negro com uma foto de perfil do autor e um gráfico dos nicknames mais utilizados pelos membros do ALT para designar esse mesmo autor.
Duas exposições para 2 públicos diferentes decididamente
Não tivemos oportunidade de ir a Bombarda fica para a próxima
Anúncios

terão os espanhois escolhido primeiro ?

Setembro 18, 2009

Laurindo Almeida

… assistimos recentemente à introdução no discurso político eleitoral dos conflitos Espanha-Portugal, o que me parece curioso, já que expectava que os partidos do dito “centrão” introduzissem antes o tema “oposto”, pese embora este não conste dos seus programas de governo nesta próxima legislatura que por sinal tem poderes de revisão constitucional (o que como sabem nem sempre acontece), o tema da regionalização que tem trazido riqueza, desenvolvimento e prosperidade aos nuestros hermanos (e noutros países onde foi introduzida) em confronto connosco que continuamos “unos” mas quase todos mais pobres tirando a capital do reino onde se acumulam os politicos … e as riquezas
bem mas porquê falar de espanhois (e de regionalização) neste blog ? o meu post de hoje não pretende tomar partido neste esgrimir de nacionalismos pelos 2 partidos curiosamente mais europeiistas, embora seja sobre espanhois e portugueses :
recentemente foi organizado no país vizinho um grande acontecimento de fotografia – a photoespaña09 com um balanço impressionante durante o seu pouco mais de um mês de funcionamento :
– 693.000 visitantes;- 74 exposições (Madrid, Lisboa, Cuenca, Álcala de Henares)
– 259 fotógrafos e artistas de 40 países;
– 73 patrocinadores e instituições participantes;
– Campus, Encontros de profissionais, concursos, maratona fotográfica, “noite da fotografia” com milhares de participantes e muitas outras iniciativas;
– “descobrimentos” (incentivo a novos valores) em Madrid, Lima e México, onde se analisaram 1146 portfolios de 65 países;
– 26 milhões de acessos ao seu site, presença de 837 jornalistas de 437 medias de 22 países
mas não se ficam por aqui e após o encerramento neste outono vão :
– visionar portfolios em São Paulo e na Guatemala e promover/participar em várias iniciativas em Milão.
A edição de 2010 será entre 02 de junho e 25 julho 2010 e os números devem crescer!
E em Portugal, para além de se explorar os sentimentos de “nada querermos com espanhóis” ? Nós por cá todos bem, dizem fotografia que é isso ? arte fotográfica para quê “ninguém liga”.
As poucas galerias dedicadas à fotografia – como a Serpente no Porto continuam no seu autismo dizendo que só expõe os “seus” artistas, curioso apetece perguntar, e como apareceram, compraram-nos ou nasceram na “loja” ? Quando se propõe à Camara do Porto trazer a fotografia para a cidade, são receptivos em termos de espaços mas desde que alguém patrocine … gostariamos mais de ouvir “Vamos ajudar a procurar patrocinios” … E o que tem isto a ver com regionalização ? Não tem realmente nehuma ligação aparente, mas assistimos a um impressionate conjunto de actividades de iniciativa ou com apoio institucional em Lisboa que não vemos no Porto e no resto do País, num centralismo tido como “natural” pelo poder. Dirão vocês, mas o Porto até tem o CPF, pois tem e fica num belo edificio e se lhe dessem alguns meios potenciariam a organização e e apoio de eventos fotográficos, como está terá que se transferir para Lisboa para que esses meios apareçam. Bem resta Serralves, com forte iniciativa, mas que não é estatal embora pareça que o Estado pense que esta Fundação se deve substituir ao próprio Estado em termos de responsabilidade de cultura no Norte, e infelizmente é isso que tem acontecido, até parece que o Estado pensa que só tem que apoiar a capital, sitio aliás carenciado culturalmente como sabemos. Mas Serralves, perdoe-me o seu director que conheço de longa data, não parece muito voltado para a fotografia e as iniciativas nesta área talvez não sejam muito felizes.
Esclareça-se nada nos move contra Lisboa, antes pelo contrário queremos Lisboa com muitas iniciativas, que saudamos e participamos quando temos disponibilidade, mas ´saudaremos um país muito mais descentralizado nos seus vários aspectos incluindo o cultural.
Claro que também há exemplos positivos. Parabéns a Braga, a Coimbra e a tantas outras localidades que promovem a fotografia. Parabéns ao BES que com mais ou menos felicidade tem apoiado financeiramente algumas iniciativas de arte fotográfica, e parabéns aos Espanhóis que parece que como na anedota “escolheram primeiro”.

Será o equipamento assim tão importante ?

Setembro 14, 2009

foto Laurindo Almeida Jul 2009

Um destes dias, durante o intervalo de almoço, encontrei o Diogo Lencastre, na secção de fotografia de uma cadeia cultural onde revemos informalmente alguns amantes da arte photográfica, que com 6 fotografias do Circuito da Boavista na mão lançava a quem encontrava um desafio “quais são as fotos tiradas com a Sony e as tiradas com a Nikon?” (pensamos referir-se à Sony HX1 que custa com lente eqv 28-560mm-545 € na Fnac e á Nikon D700-2278 € SEM LENTE na Colorfoto). Esta brincadeira com que o Diogo no fundo tentava justificar a si próprio ter feito uma boa aquisição, teve um seguimento no final do dia aquando duma tertúlia com o António Sá, conhecido fotógrafo da natureza que trabalha entre outras para a National Geographic, a Fugas, A Rotas e Destinos, a Volta ao Mundo etc, e que percebemos naquela conferência para amantes da fotografia utiliza dois corpos Nikon um D300 e outro D80, bem longe portanto dos equipamentos topo de gama que muitos fotografos amadores gostam de exibir. A questão que se levanta mais uma vez é será o equipamento a parte mais importante da captação da imagem fotográfica ?

que exposições visitaram nas férias ?…

Setembro 11, 2009

foto laurindo Almeida 2009
agora que para a grande maioria de nós o principal período de férias terminou ou está a terminar, era interessante saber que exposições visitamos e que opinião e ideias trouxemos das mesmas … para além claro da exposição solar.
pela minha parte irei trazer alguns comentários das poucas visitadas neste período estival
fico à espera dos vossos comentários …

Exposições de fotografia e outros acontecimentos

Setembro 8, 2009

foto laurindo Almeida. Lisboa, Rossio, Julho 2009

já está, embora com um layout provisório, toda a componente meramente informativa

passou para o site fotografia.modusdever.com (se clickar tem acesso ao mesmo)

Assim, desde 01 de Setembro de 2009 :

– divulgação de exposições de fotografia (fotografia.modusdever.com/expos.html);
– concursos de fotografia (fotografia.modusdever.com/concursos.html);
– outros eventos de fotografia (fotografia.modusdever.com/iniciativas.html) , etc.
deixam de ser colocadas neste blog, que passa a estar dedicado unicamente a opiniões (não é para isso que serve um blog ?). Se quisermos opininar sobre uma exposição que tenhamos visitado por exemplo este é provavelmente o local certo.
O mundo é dinâmico e uma parte do conhecimento faz-se experimentando e mudando, portanto se chegar-mos À conclusão que não foi uma escolha acertada podemos sempre retomar as publicações de eventos com o formato antigo ou outro. Opiniões são sempre bem vindas
Um abraço a todos e boas fotos

Voltamos e … com eleições à porta

Setembro 2, 2009

Lucca, Italia Ago 2009 Nikon D3, 28-70mm @Laurindo Almeida

Como prometido aqui estamos em Setembro de volta. Ainda sem o anunciado redesenho que se irá efectuando mas com uma nova filosofia. Iremos reservar este blog mais para intervenções pessoais, deixando a parte mais informativa para outro local – uma das páginas web do ModusDeVer que entretanto vão sendo criadas, também com um grafismo provisório enquanto não assentamos toda a linha gráfica.
Entretanto, dado que estamos no ínicio do periodo de campanha eleitoral para as eleições que onde levar à constituição de mais um governo e assembleia da república, entretivemo-nos a ler os programas dos vários partidos e houve um que nos chamou particularmente a atenção, senão vejamos excertos do seu programa:
– aumento do subsídio de nascimento para quatro mil euro;
– criação de um abono mensal de 190 euro por criança até ao fim do ensino secundário;
– ajuda financeira às familias monoparentais;
– reforma mínima garantida de 570 euro;
– redução em 25% das emissões de CO2 até 2020;
– diminuição de 18 a 11 % do imposto sobre as pequenas e médias empresas;
– supressão das portagens nas autoestradas;
– redução das taxas sobre os combustíveis;
– imposto sobre o consumo fixado a 5 % (pelo menos até 2013)
in Público 31.agosto.2009 pág 12
só tem um problema estas medidas são do recentemente eleito Partido Democrático do Japão, que ao fim de cerca de 50 anos vai substituir os politicos e governos “do costume”!
Por cá o Sócrates acha que a politica se resume a eleger sempre os mesmos politicos (neste caso e segundo o mesmo com opções ainda mais reduzidas aos do seu partido e ao da Manuela F Leite), embora muitos continuem a teimar em interessar-se cada vez mais por politica e cada vez menos por estes politicos …
Até breve

Porto – para variar uma exposição nossa – "blue met green in black"

Junho 24, 2009

data: 28 jun a 07 out 2009 (na semana de 12 a 15 set só parte da manhã)
local: porto-portugal, casa dos açores do norte, rua bonfim 163, 4300-069 Porto, tel. 351 225194050 / 960226173, casadosacoresdonorte@gmail.com, gps latit: 41° 8’57.47″N, long 8°35’48.84″O
acessos: metro do porto – estação campo 24 de agosto
estacionamento: dificil na rua pode-se arriscar em cima do passeio em frente, alguns parques nas imediações
horário: seg a sex 09:30 às 18:00 (de 12 a 15 setembro apenas de manhã)
preço : entrada livre
Devido ao período de férias a exposição tem algumas alterações :
a. por sugestão da Casa dos Açores foi prolongada até 07 de outubrode 2009, por isso deixa de haver desculpas para não aparecerem;
b. na semana de 12 a 15 Setembro apenas das 09:30 às 12:30,
Para visualizar as fotos da exposição clique aqui
Irei também tentar colocar aqui links para os sites de que tomei conhecimento que tiveram a amabilidade de divulgar a exposição :
– a revista Sábado no seu GPS (cartaz) noticia a exposição
– o JN na sua edição impressa de 2009-07-30 na página 53 noticia a exposição
– o Guia do Lazer do jornal Público noticia a exposição
– o site PortoVivo.com noticia a exposição
– o blog brasileiro Entresseio do Silvio Neves de São Paulo noticia a exposição
– o site oficial do Turismo do Porto noticia (e destaca na pág de entrada) a exposição
– o blog Agenda Cultural do Porto (não oficial) tem uma noticia muito desenvolvida sobre a exposição
– o blog do amigo Orlando Teixeira brinda-nos com uma foto do Majestic
– o blog do amigo Penin Redondo honra-nos com um destaque sobre a exposição
– o blog do Olhares embora resolvendo trocar-me de sexo noticia a exposição
Agradeço ainda a todos os amigos que me honraram com a sua presença no dia da inauguração.
Apareçam – serão todos bem vindos a esta exposição conjunta minha e do João Almeida, comentem e critiquem, a cultura é feita deste intercâmbio de ideias
o local é a Casa dos Açores na Rua do Bonfim, 163 ali a escassos metros da estação do metro do Campo 24 de Agosto
A exposição manter-se-á até ao final do mês de Agosto no horário entre as 9:30 e as 18:00
A exposição de fotografia “blue met green in black” surge a convite da Casa dos Açores do Norte integrada na XXII Festa do Divino Espírito Santo no Porto, estando a sua inauguração agendada para cerca das 12:00 do próximo domingo, dia 28 de Junho de 2009, no decorrer do programa das referidas festividades.
O título em língua inglesa possui uma sonoridade muito própria, lembrando os “fluxos e refluxos” das ondas, pretende ser uma homenagem à panóplia de açorianos que partiram para o outro lado do seu/nosso Atlântico e que enchem no período estival de bandeiras americanas as ruas e caminhos do arquipélago.
O azul do mar e céu tão presentes e dominantes, encontraram no negro vulcânico mesclado com um verde intenso quase fosforescente que não pode deixar alguém indiferente muito menos o olhar de captadores de imagens, o mote desta exposição numa tentativa de identificar as emoções dos primeiros homens a fixar-se naquelas paragens.
As fotografias resultam de uma curta mas intensa passagem em conjunto pelo Pico e Faial em 2008, e reflecte dois modos de ver pessoais e diversificados sobre estas duas ilhas que apesar de serem já consideradas das mais belas ou melhores para viver do planeta continuam desconhecidas para muitos portugueses.
Se para o João, habituado a registar intensamente a figura humana esta aparece como que envergonhada num conjunto de imagens em que pormenores da paisagem picarota dominam o espaço representado, para o Laurindo o conjunto escolhido pretende mais representar as emoções fortes, únicas e ainda naturais que as ilhas nos transmitem.
Os registos digitais dos 2 autores foram impressos a cores por processo Lambda, a 254 dpi’s.
A exposição estará patente entre 28 de Junho e 31 Agosto de 2009 na sala de exposições da Casa dos Açores do Norte (CAN).

interregno 2

Junho 15, 2009

foto Laurindo Almeida, habitante anónimo do Porto, já falecido
Voltaremos uma destas semanas (provavelmente em setembro)
com esta foto datada algures de 1975, feita com uma Nikon F, (mal) digitalizada a partir duma prova impressa já que o negativo está algures em ninhures e onde vemos um jovem gato, seguramente já falecido, que parece com alguma sabedoria natural aguardar pelo futuro, pretendo anunciar uma pequena pausa neste blog, uma pausa e não uma despedida
sendo este um blog de “um homem só” a que a susana por vezes nos pontua com alguma contribuição, cerca de seis meses após a sua criação pensamos estar na altura dum pequeno interregno para reflexão e reorganização do mesmo
a todos os que diariamente me dão a honra de me visitar e a que vou ter a ousadia de os considerar amigos embora provavelmente em muitos casos sem os conhecer peço um pouco de paciência, voltarei para a semana espero com uma participação mais formativa e opinativa não descurando a parte informativa que necessita de processos de automação que espero conseguir efectuar
serei breve e entretanto ainda neste formato irei postando algumas opiniões

07 de junho – vamos lá votar ? a ironia da democracia

Junho 6, 2009

foto Laurindo Almeida num dos centros do Porto (Jun 2009)

hoje é dia de contribuirmos com a escolha dos nossos 22 futuros euro-parlamentares para a eleição “simultânea” em 27 países europeus e escolhermos aqueles fadados que vão receber 7665€ brutos mensais, além de um conjunto de outras regalias para criarem as directivas que fazem o quadro legal de cada um dos países membros cada vez menos autónomos
a ironia é que parece estar tudo decidido, indiferentemente dos actos do passado, das crises do sistema e de quem as provocou, dos erros ou das virtudes de cada um dos partidos a sufrágio, e só estes se podem sufragar o que me coloca logo de fora por não pertencer a nenhum, do trabalho que cada no parlamento europeu que por algumas estatisticas que vimos foi bem diferente, de termos ido ou não para férias, de acreditarmos ou não, de irmos votar ou não, de como o Saramago tão bem satirizou votarmos em branco ou não, do número de abstenções ser mais ou menos elevado, o resultado é conhecido antecipadamente … parecendo haver pouca margem para dúvidas ou incertezas (9 para o ps, 8 para o psd, 2 para o pcp não falo em cdu porque os verdes não estão em lugar elegível …, 2 para o be e 1 para o cds/pp) e o resultado em termos globais para cada um dos grupos europeus, nos quais o psd e o pp se irão fundir, o mesmo acontecendo ao pcp e ao be, também são “conhecidos” antecipadamente com bastante exactidão, curiosa máquina “democrática” esta que através dos seus meios e medias nos consegue condicionar e controlar tão eficazmente ….
após uma campanha tão pouca propositadamente esclarecedora, há que manter a tal máquina, e transformar os partidos em clubes de futebol uma espécie de “religiões” em que votamos por fé ou por emoção e não por reflexão, a pergunta óbvia é : valerá a pena votar ? cada um dirá por si, eu vou, pelo menos fico com a ideia que tentei contribuir e … mudar (ou será que não?)

homenagem a Mario Benedetti

Maio 20, 2009


deste “poeta do amor e do quotidiano” que faleceu a 17 de maio de 2009 com 88 anos em montevideu seleccionamos como homenagem póstuma um dos seus poemas sobre … a morte


fotos de laurindo Almeida durante as comemorações do bi-centenário das invasões francesas no Porto (maio 2009)

SOBREVIVENTES
Cuando en un accidente
una explosión
un terremoto
un atentado
se salvan cuatro o cinco
creemos
……………insensatos
que derrotamos a la muerte
pero la muerte nunca
se impacienta
seguramente porque
sabe mejor que nadie
que los sobrevivientes
también mueren