Archive for the ‘fotografia no feminino’ Category

pt37 – Lucía Burbano e Teresa Nóvoa "sou transmontana, sou mulher – retratos"

Junho 12, 2009

data: 12 a 30 jun 2009
local: braga-portugal, velha-a-branca, estaleiro cultural, largo da senhora-a-branca 23, , tel. 351 253201690 e 916249180, info@velha-a-branca.net, gps lat 41°33’7.82″N; long 8°24’56.40″W
acessos: , estacionamento-
horário: seg a sex 16:00-19:00 e 21:00-01:00; sáb e dom 14:00-19:00 e 21:00-01:00
preço :
nota : ver pf calendário global das exposições existentes no post calendário de exposições de fotografia
integrado n’A Velha Vai… a Miranda do Douro
“Num encontro entre fotojornalismo e antropologia, captaram-se alguns retratos de mulheres transmontanas que vivem, trabalham e constroem o mundo (rural). Imagens, sons e textos dão-lhes rosto e voz.”

op67 – Leonor Brilha "Transparências"

Junho 5, 2009

inauguração conjunta com restantes galerias às 16:00 com a habitual animação de rua que vai melhorando de evento para evento …
data: 06 jun a 22 jul 2009
local: porto-portugal, galleria arthobler, rua miguel bombarda 624, , tel. 351 226084448, info@arthobler.com, gps lat 41° 8’57.48″N; long 8°37’24.80″O
acessos: , estacionamento-
horário: ter a sáb 15:00 ŕs 19:30
preço : entrada livre

nota : ver pf calendário global das exposições existentes no post calendário de exposições de fotografia

“Leonor Brilha (Torres Vedras, 1982) apresenta fotografias encenadas, onde movimentos de performance são registados numa só imagem, como os gestos que se sobrepõem numa pintura. É neste intervalo entre a sua última série de pinturas “After The Gold Master Pieces” e a fotografia, que se dá a subjectividade e a recriação.”
exposição conjunta no local com Vanessa Chrystie (Londres, 1972)

op64 – Irene Gonçalves "A Preto e Branco"

Junho 3, 2009


data: 05 (inauguração 22:00) a 30 jun 2009
local: porto-portugal, árvore, rua azevedo de albuquerque 1, , tel. +351 222076010, geral@arvorecoop.pt, gps lat 41° 8’41.24″N; long 8°37’6.04″O
acessos: , estacionamento-
horário: seg a sex 09:30-20:00; sáb 15:00-19:00
preço : entrada livreex
nota : ver pf calendário global das exposições existentes no post calendário de exposições de fotografia
integrada na exposição “A Cor e a Preto e Branco exposição a dois em que Fernando Cruz apresenta uma pintura de cores luminosas e Irene Gonçalves mostra fotografia de sombras negras. O contraste de meios e formas é intencional deixando ao observador a liberdade de criar ou não diálogos possíveis.”

lx55-Sandra Rocha – “Há metafísica bastante em não pensar em nada”

Junho 3, 2009

data : 14 mai a 31 ago 2009
local : lisboa-Portugal, casa fernando pessoa, rua coelho da rocha 16 (campo de ourique), tel. 351 213913270, cfp@casafernandopessoa.com, gps lat 38°42’59.73″N; long 9° 9’45.65″W
acessos: , estacionamento-
horário : seg a sáb 10:00-18:00
preço : entrada livre
nota : ver pf calendário global das exposições existentes no post calendário de exposições de fotografia
Fotografias sobre poemas de Alberto Caeiro, um heterónimo de Fernando Pessoa
Alberto Caeiro (ou seja Fernando Pessoa) inicia o poema com o mesmo título que esta exposição assim :
Há metafísica bastante em não pensar em nada.

O que penso eu do Mundo?
Sei lá o que penso do Mundo!
Se eu adoecesse pensaria nisso.

(…)
O único sentido íntimo das coisas
É elas não terem sentido íntimo nenhum.
(…)

lx52 – Ângela Ferreira "Return of the Real 7"

Maio 28, 2009

data: 16 mai a 12 jul 2009
local: vila franca de xira-portugal, museu do neo-realismo, rua alves redol 45, , tel. 351 263285626,
neorealismo@cm-vfxira.pt, gps lat ; long
acessos: , estacionamento-
horário: ter a sex 10:00 às 19:00; sab 15:00 às 22:00; dom 11:00 às 18:00
preço :
nota : ver pf calendário global das exposições existentes no post calendário de exposições de fotografia

“a autora foi a representante portuguesa na bienal de veneza 2007 e o seu trabalho tende a elaborar uma visão crítica sobre as relações culturais e políticas no Portugal pós-colonial. Nas suas obras, onde frequentemente associa textos, fotografias e vídeos, a artista multiplica referências políticas e sociais a partir do conflito entre o original e o simulacro, desencadeando
uma reflexão permanente acerca do valor e do significado da nossa identidade.
Em tempo de crise económica e outras ameaças mundiais, Ângela Ferreira regressa à série das “Hortas”, desenvolvendo um tema que amplia o sentido político e sociológico do seu trabalho. As fotografias agora expostas no MNR sublinham o significado paradoxal de conceitos como sobrevivência, comunidade, economia e apropriação, observando nas hortas dos arrabaldes de Lisboa uma prática individual com o sentido político, mesmo que reinventado, de uma espécie de “reforma agrária” em meio urbano”

lx48 – Catarina Botelho – “Dias Úteis”

Maio 23, 2009

data: 22 mai (inauguração 19:00) a 18 jul 2009
local: lisboa portugal, rua anchieta, 31 (esquina com a rua garrett ao chiado; num prédio pombalino devoluto)
horário: qua a sáb 14:00-20:00
preço :
nota : ver pf calendário global das exposições existentes no post calendário de exposições de fotografia
“A exposição é composta por três séries fotográficas, expostas ao longo de três andares de um prédio devoluto pombalino no Chiado. O primeiro bloco de trabalho, s/título (Dias Úteis), é composto por catorze imagens, de tamanhos variáveis, que ocuparão as divisões dos primeiros dois pisos da exposição. Este trabalho vem no seguimento do que vem sendo desenvolvido pela artista desde 2001 e centra-se sobre o registo de imagens de pessoas (e alguns objectos) em momentos do dia a dia. Percorridos estes dois pisos de imagens, subimos a um sótão onde se encontra um conjunto de sete imagens intitulado “Modo Funcionário de Viver”. Estas fotografias, em variações de branco, mostram em diferentes dias, uma almofada sobre uma cama. Numa divisão anexa ao sótão, é apresentada a peça/livro “Termo de Identidade e Residência” que reúne um conjunto de auto-retratos, imagens feitas de uma forma sistemática, como se de provas de vida se tratassem.”

op52 – Joana Gaio-"Seems to me that you have the size of an ant"

Maio 15, 2009


data: 18 abr a 10 jun 2009
local: porto-portugal, cirurgias urbanas, rua do rosário 147, , tel. 351 222000152, geral@cirurgiasurbanas.com#http://geral@cirurgiasurbanas.com#,
gps lat 41° 8’57.80″N; long 8°37’14.99″O
acessos: , estacionamento-
horário: seg a sex 10:30-19:00, sáb 15:00-19:00
preço :

nota : ver pf calendário global das exposições existentes no post calendário de exposições de fotografia

“Iniciei esta série de fotografias em 2006 quando fiquei grávida da minha primeira filha – a Matilde e só agora… passado algum tempo… (reparem,
apenas e só 3 anos 🙂 é que tive oportunidade de a acabar e expor a todos aqueles que me apoiam para continuar a fazer fotografia nos únicos 5
minutos que tenho livres durante o dia :)”

lx43 – Luísa Baeta-"Inside Out"

Maio 13, 2009

data: 07 mai a 07 jun 2009
local: oeiras-portugal, galeria municipal lagar do azeite, rua do aqueduto, palácio marquês de pombal, tel. 351 214406783, , gps lat 38°41’37.57″N; long 9°18’57.10″O
acessos: , estacionamento-
horário: ter a dom 14:00-18:00
preço :
nota : ver pf calendário global das exposições existentes no post calendário de exposições de fotografia

“19 fotografias que documentam de forma original a “deslocalização” (termo do nosso tempo…) encaixotada da sua casa.
A mudança é um momento que aqui se fixa numa sequência de imagens que torna tudo mais inesquecível e através das quais podemos, no tempo que quisermos, analisar, pensar, observar, memorizar. Isso prevalece sobre uma certa perversidade que possa existir em fotografar um momento assim” diz a Fotógrafa, que conclui “Para que serve ver estas imagens? A resposta está na essência da contemporaneidade, do nosso dia a dia e da mudança ao longo do tempo.”

Anne Geddes – fotógrafa e empresária

Maio 11, 2009
o mais díficil na fotografia é criar uma imagem simples Anne Geddes
Júlia, foto de Anne Geddes 1992______________________Su, foto laurindo almeida, 2009
Anne Geddes (http://www.annegeddes.com/) é uma fotógrafa australiana nascida em 1956 e presentemente a viver na nova zelândia. É talvez a fotógrafa contemporânea com mais livros de fotografia vendidos um pouco por todo o mundo (mais de 11 milhões segundo a amazon). Mesmo em Portugal, país com poucos hábitos de compra de livros e em que os títulos de livros de fotografia em português são residuais e basicamente edições para coleccionadores, os seus títulos são traduzidos para a língua lusa onde esgotam rapidamente. Anne Geddes deverá ser por isso provavelmente uma das fotógrafas mais “conhecida” do grande público, sendo no entanto quase ignorada pelos actores da “arte fotográfica”.
O segredo do seu sucesso deve-se à especialização numa temática, a fotografia de crianças de tenra idade, normalmente situando-as em cenários muito elaborados, associados a um grande rigor técnico. O sucesso desta empresária hoje em dia estende-se a outras áreas como roupa de bebé a que empresta o seu nome. Anne Geddes é uma das autoras preferidas da Susana, pelo que neste dia para ela muito especial resolvi dedicar-lhe este post. Escolhi uma foto “atipica” da Anne pois hoje é dia de buscar a “simplicidade” que está por trás de toda a suposta complexidade ou sofisticação …


pt33 – Braga – colectiva

Maio 1, 2009


data: 01 a 31 mai 2009 (datas não confirmadas)
local: braga-portugal, mosteiro de tibães, rua do mosteiro – mire de tibães, tel. , , gps lat 41°33’22.93″N; long 8°28’43.56″W
acessos: , estacionamento- no local
horário: ter a dom 10:00 às 13:00 e 14:00-18:00
preço :

nota : ver pf calendário global das exposiçőes existentes no post calendário de exposiçőes de fotografia
Integrado nos encontros da imagem – braga 2009
Ana Laura Aláez, Ana Malagrida, Ana Pérez-Quiroga, Aurore de Sousa, Celeste Cerqueira, Claudia Huidobro, Graça Sarsfield, Guerrilla Girls, Joana Consiglieri, Julia Galán, Júlia Ventura, Juliana Stein, Margarida Paiva, Maria Lusitano, Marie-Elsa Niels, Marina Núñez, Mujeres Creando, Olga Adelantado, Shirin Neshat, Sophie Carlier, Susana Mendes Silva, Xulia Aranda