terão os espanhois escolhido primeiro ?

Laurindo Almeida

… assistimos recentemente à introdução no discurso político eleitoral dos conflitos Espanha-Portugal, o que me parece curioso, já que expectava que os partidos do dito “centrão” introduzissem antes o tema “oposto”, pese embora este não conste dos seus programas de governo nesta próxima legislatura que por sinal tem poderes de revisão constitucional (o que como sabem nem sempre acontece), o tema da regionalização que tem trazido riqueza, desenvolvimento e prosperidade aos nuestros hermanos (e noutros países onde foi introduzida) em confronto connosco que continuamos “unos” mas quase todos mais pobres tirando a capital do reino onde se acumulam os politicos … e as riquezas
bem mas porquê falar de espanhois (e de regionalização) neste blog ? o meu post de hoje não pretende tomar partido neste esgrimir de nacionalismos pelos 2 partidos curiosamente mais europeiistas, embora seja sobre espanhois e portugueses :
recentemente foi organizado no país vizinho um grande acontecimento de fotografia – a photoespaña09 com um balanço impressionante durante o seu pouco mais de um mês de funcionamento :
– 693.000 visitantes;- 74 exposições (Madrid, Lisboa, Cuenca, Álcala de Henares)
– 259 fotógrafos e artistas de 40 países;
– 73 patrocinadores e instituições participantes;
– Campus, Encontros de profissionais, concursos, maratona fotográfica, “noite da fotografia” com milhares de participantes e muitas outras iniciativas;
– “descobrimentos” (incentivo a novos valores) em Madrid, Lima e México, onde se analisaram 1146 portfolios de 65 países;
– 26 milhões de acessos ao seu site, presença de 837 jornalistas de 437 medias de 22 países
mas não se ficam por aqui e após o encerramento neste outono vão :
– visionar portfolios em São Paulo e na Guatemala e promover/participar em várias iniciativas em Milão.
A edição de 2010 será entre 02 de junho e 25 julho 2010 e os números devem crescer!
E em Portugal, para além de se explorar os sentimentos de “nada querermos com espanhóis” ? Nós por cá todos bem, dizem fotografia que é isso ? arte fotográfica para quê “ninguém liga”.
As poucas galerias dedicadas à fotografia – como a Serpente no Porto continuam no seu autismo dizendo que só expõe os “seus” artistas, curioso apetece perguntar, e como apareceram, compraram-nos ou nasceram na “loja” ? Quando se propõe à Camara do Porto trazer a fotografia para a cidade, são receptivos em termos de espaços mas desde que alguém patrocine … gostariamos mais de ouvir “Vamos ajudar a procurar patrocinios” … E o que tem isto a ver com regionalização ? Não tem realmente nehuma ligação aparente, mas assistimos a um impressionate conjunto de actividades de iniciativa ou com apoio institucional em Lisboa que não vemos no Porto e no resto do País, num centralismo tido como “natural” pelo poder. Dirão vocês, mas o Porto até tem o CPF, pois tem e fica num belo edificio e se lhe dessem alguns meios potenciariam a organização e e apoio de eventos fotográficos, como está terá que se transferir para Lisboa para que esses meios apareçam. Bem resta Serralves, com forte iniciativa, mas que não é estatal embora pareça que o Estado pense que esta Fundação se deve substituir ao próprio Estado em termos de responsabilidade de cultura no Norte, e infelizmente é isso que tem acontecido, até parece que o Estado pensa que só tem que apoiar a capital, sitio aliás carenciado culturalmente como sabemos. Mas Serralves, perdoe-me o seu director que conheço de longa data, não parece muito voltado para a fotografia e as iniciativas nesta área talvez não sejam muito felizes.
Esclareça-se nada nos move contra Lisboa, antes pelo contrário queremos Lisboa com muitas iniciativas, que saudamos e participamos quando temos disponibilidade, mas ´saudaremos um país muito mais descentralizado nos seus vários aspectos incluindo o cultural.
Claro que também há exemplos positivos. Parabéns a Braga, a Coimbra e a tantas outras localidades que promovem a fotografia. Parabéns ao BES que com mais ou menos felicidade tem apoiado financeiramente algumas iniciativas de arte fotográfica, e parabéns aos Espanhóis que parece que como na anedota “escolheram primeiro”.
Anúncios

Uma resposta to “terão os espanhois escolhido primeiro ?”

  1. Anonymous Says:

    Caro Laurindo,Obrigado pelo postado. Encontrei estes números sobre fraca promoção da fotografia por parte dos municípios numa publicação de Janeiro de 2009 do Instituto Nacional de Estatística e referente a 2007: "Do total das despesas em cultura e desporto realizadas em 2007 pelas Câmaras Municipais, continuaram a ser mais relevantes as afectas a jogos e desportos (38%)património cultural (12%)recintos culturais (11%) publicações e literatura (10%) actividades sócioculturais(9%). Os domínios que tiveram MENOR PESO NAS DESPESASforam a radiodifusão, cinema e FOTOGRAFIA , artes plásticas, artescénicas e música, que presentaram, em conjunto, cerca de 9% dasdespesas em cultura e desporto."

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: