lx10 – Jochen Lempert "Trabalho de Campo"

Data: 07 fev a 04 mai 2009 visitas guiadas (miguel wandschneider) 28 fev e 21 mar 17:00
local : lisboa – portugal, culturgest edifício sede da CGD, galeria 2, rua arco do cego, piso 1, tel. 351 2179051 55, culturgest@cgd.pt
horário: seg e qua a sex 11:00 às 19:00, sáb, dom e fer 14:00 às 20:00
preço : 2 euros (grátis até 16 anos, descontos vários)
acessos: metro : estação campo pequeno, autocarros : 54 e 56 paragem campo pequeno, 21, 36, 44, 45, 49, 83, 90, 91, 727, 732, 738 paragem av. república, 7, 22, 40 e 767 paragem pr. de londres, 7, 35, 727 e 767 paragem av. roma
nota : ver pf calendário global das exposições existentes no post calendário de exposições de fotografia
“Antes de eleger a fotografia como medium do seu trabalho
artístico, Jochen Lempert (Moers, Alemanha, 1958) dedicou-se
intensamente, entre 1979 e 1989, à realização de filmes experimentais
no âmbito do colectivo Schmelzdahin. Paralelamente, entre 1980 e 1988,
fez os seus estudos universitários em Biologia. De ambas as
actividades ficariam traços indeléveis no seu trabalho fotográfico.
Este distingue-se, desde logo, pela escolha do assunto: a vida animal,
que o artista investiga com um olhar informado e uma curiosidade
insaciável, nas suas diferentes formas e nos mais diversos contextos
(do habitat natural ao museu de história natural, do jardim zoológico
ao meio urbano), mas também nas suas manifestações e representações na
vida quotidiana e na cultura material. A este interesse pela vida
animal como assunto alia-se uma exploração das propriedades e da
materialidade da imagem fotográfica. Jochen Lempert fotografa com uma
câmara de 35 mm e a preto e branco, escolhe deliberadamente papéis que
não se conformam aos padrões profissionais e tira partido, de forma
prodigiosa, do processo de revelação. O seu trabalho define uma
posição artística solitária, discretamente construída sem qualquer
concessão às tendências e aos cânones dominantes na fotografia
contemporânea.”
+ informações http://www.culturgest.pt/actual/lempert.html
Anúncios

Uma resposta to “lx10 – Jochen Lempert "Trabalho de Campo"”

  1. Anonymous Says:

    Muitas vezes a fotografia da natureza revela a seda das penas, aprofusão de verdes dos musgos, o colorido das flores e borboletas, obater de asas dos beija-flor, a rapidez do predador. Nada disso e tudoisso está presente neste trabalho de campo, que mais que porfotografias é constituído por radiografias à natureza. Apontamentos deum observador da natureza, rabiscos sob a forma de imagens, como queregistados em pequenas folhas de um bloco de notas. Esquiços poéticosque deixam muito espaço para a nossa leitura. As radiografias (doosso, do essencial) por vezes apenas preto e branco absolutos, semcinzas, registam por exemplo a sequência de o voo de um bando deaves. Do voo quase em “V” até outras variações sabe-se se lá se aosabor do vento ou da navegação à bolina.A imagem acima faz parte de um grupo tirado junto a algumas cidadespor esse mundo fora (no Japão, na Alemanha, etc.) ao voo de corvosmarinhos. Talvez para lembrar como a natureza é una e os intrusossomos nós…

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: