co00 – concursos – a modus que uma declaração de principio

foto Laurindo Almeida
quem me conhece melhor sabe que desde há muitos anos utilizo a fotografia como suporte de muitas das minhas actividades, o que talvez não saiba é que não tenho o hábito de participar em concursos, não sei se por motivações de ordem filosófica, cultural ou de principio, se por não reconhecer idoneidade aos júris, por considerar que não tenho fotografias com a qualidade suficiente ou por simples preguiça, quando estava a escrever este parágrafo lembrei-me da atitude de um dos peronagens do filme do Woody Allen ( ver post abaixo – Vicky, Cristina Barcelona), poeta idoso que não dava a conhecer o seu trabalho por achar que o mundo não merecia conhecer tal beleza
neste espaço tentarei divulgar concursos que me cheguem dalguma forma ao conhecimento e que cumpram regras mínimas de verdadeiros concursos fotográficos lançados para estimular a prática fotográfica ou gráfica e ignorando aqueles em que aperceba de que só se pretende recolher gratuitamente o trabalho alheio para tirar proveitos mais ou menos comerciais do mesmo
poderão opinar que todos os concursos têm um objectivo “de obter lucro” com o trabalho de quem envia as suas criações, mas parece-me haver uma clara diferença entre por exemplo :
– aquele autarca habilidoso que após receber orçamentos de trabalhos de fotografia descobre que pode lançar com pompa e circunstância um concurso de fotografia em que coloca no regulamento subtilmente que a autarquia fica com os direitos de propriedade de todas as fotos enviadas a concurso tenham ou não sido premiadas o que lhe permite pelo valor simbólico dos prémios (normalmente patrocinados) obter um registo fotográfico impressionando da panóplia de fotografos dispostos a “subir em árvores” para tentar sobresair perante os seus pares e
– aquela revista de fotografia que decide lançar um número dedicado a um concurso que organiza, reservando os direitos de publicação apenas para as fotos premiadas no mesmo e prontificando-se a pagar esses mesmos direitos, independentemente dos ditos prémios que também provavelmente serão patrocinados
claro que a vida não é a preto e branco e haverá muitas outras situações e dirão que mesmo no primeiro caso haverá nalguns concursos a melhor das intenções (será?) pelo que desde já me penetencio se sem me aperceber divulgar algum concurso que não pareça proteger devidamente os direitos à propriedade artistica e intelectual dos participantes, estarei sempre a tempo, de após receber a vossa chamada de atenção, corrigir a publicação
Anúncios

Deixe uma Resposta

Preencha os seus detalhes abaixo ou clique num ícone para iniciar sessão:

Logótipo da WordPress.com

Está a comentar usando a sua conta WordPress.com Terminar Sessão / Alterar )

Imagem do Twitter

Está a comentar usando a sua conta Twitter Terminar Sessão / Alterar )

Facebook photo

Está a comentar usando a sua conta Facebook Terminar Sessão / Alterar )

Google+ photo

Está a comentar usando a sua conta Google+ Terminar Sessão / Alterar )

Connecting to %s


%d bloggers like this: